Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Girl About Town

“I like my money right where I can see it: hanging in my closet.” — Carrie Bradshaw

Ter | 03.07.18

Livro # 18 | A mulher do camarote 10

250x (2).jpg

 
Sinopse

Emocionante e compulsivo, este romance evoca o ambiente clássico dos policiais de Agatha Christie: um ritmo que aumenta gradualmente de tensão, a sensação de perigo iminente e um conjunto de suspeitos reunidos num único lugar.

A jornalista Lo Blacklock recebe um convite irrecusável: acompanhar a primeira viagem do cruzeiro de luxo Aurora Borealis. O serviço é exclusivo e a bordo estão vários empresários e pessoas influentes da sociedade. No entanto, a viagem ganha outros contornos para a jornalista. Certa noite, testemunha aquilo que acredita ser um crime no camarote ao lado do seu.

Desesperada, denuncia o ocorrido ao responsável pela embarcação. Ninguém acredita na sua versão, pois todos os passageiros continuam no navio. Blacklock decide investigar o crime por conta própria. Colocando a carreira e a própria vida em risco, ela não vai descansar enquanto não encontrar resposta para o mistério do camarote 10.

 

Este livro conta-nos a história de Lo Blacklock uma jornalista de viagens que é escolhida para ir na viagem inaugural de um pequeno cruzeiro de luxo, isto pouco tempo depois de ter passado por uma situação traumática.

Tudo parecia correr bem até que Lo pensa ter visto alguém a ser assassinado e jogado borda fora do navio.

Quando avisa o chefe de segurança do navio e depois de uma breve investigação percebem que não falta ninguém, todos os passageiros estão efetivamente no navio Lo inicia a sua própria investigação.

O facto de Lo ter um historial de depressão e ansiedade e ter bebido na noite em que julga ter visto alguma coisa faz-nos passar grande parte do livro a duvidar do que realmente aconteceu.

Será que ela realmente viu alguma coisa? Ou a cabeça dela anda a pregar-lhe partidas?

Como alguém pode ter sido assassinado se todos os passageiros estão no navio?

É mais um daqueles livros completamente viciantes, repleto de mistério, reviravoltas e com um final muito, muito bom.