Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Girl About Town

“I like my money right where I can see it: hanging in my closet.” — Carrie Bradshaw

Ter | 31.10.17

Livro # 50 | Antes Que Morras

transferir.jpg

  Sinopse

Dois anos após uma assustadora vaga de suicídios entre adolescentes, a vila remota de Radcote começa a retomar a normalidade.

A inspetora Lorraine Fisher acaba de chegar para visitar a família, e o que encontra é uma atmosfera tensa e preocupante. A comunidade vê-se a braços com novas mortes misteriosas e até o seu sobrinho adolescente, Freddie, parece estar a afundar-se em pesadelos do passado.

Quando Freddie desaparece, Lorraine sabe que tem de agir rapidamente... antes que seja tarde demais.

Perverso, intenso e totalmente compulsivo, Antes Que Morras confirma Samantha Hayes como uma das grandes autoras de suspense da atualidade.

 

Este é o segundo livro da serie protagonizada por Lorraine Fisher, ao contrario do primeiro livro este foca-se muito mais em Lorraine e na sua família.

O livro começa então com a ida de Lorraine e da sua filha mais nova para a sua terra natal, Redcote com o objetivo de visitar a sua irmã e o seu sobrinho.

Quando chega Lorraine depara-se com alguns factos preocupantes, várias mortes atribuídas a suicídios e alguns problemas familiares principalmente por causa do seu sobrinho Freddy que parece lidar com algum problema sério.

Neste livro vamos vivendo o drama da mãe de Freddy que vê que o filho não esta bem mas também não consegue ajuda-lo, vamos vendo o desespero de Freddy que vai cada vez aumentando mais até este se ver obrigado a fugir de casa.

Vamos percebendo que existem vários segredos que aos poucos vão sendo descobertos e que estão relacionados com os alegados suicídios e com o desaparecimento de Freddy.

Este é um livro recheado de suspense e surpresas, no final quando pensei que não poderia mais ser surpreendida eis que a autora nos reserva uma surpresa bem no fim do livro.

Adorei o livro e a capacidade que a autora tem de nos surpreender.

 

Seg | 30.10.17

Tendênciais | Rosa

a8154e738155da6f33f09aaf415d7794.jpg

Já há muito tempo que o rosa deixou de ser aquela cor que ninguém quer usar e super associada ao estilo mais "barbie" 

Agora o rosa é uma cor feminina mas também moderna e super tendência.

Colagem sem título (10).jpg

Eu tenho visto em várias bloguers e confesso que estou a adorar ver o rosa em casacos e camisolas.

Até já ando à procura de uma camisola do género desta em cima.

 

Colagem sem título (9).jpg

 E vocês gostam do rosa ou acham demasiado "menininha"?

 

 

Qua | 25.10.17

Beauty Review | Hydragenius | L´ORÉAL

AirBrush_20171014175742.jpg

Andava doida por comprar este hidratante, experimentei a amostra e fiquei super impressionada, ainda tinha alguns hidratantes então esperei terminar para comprar este.

Já o tenho há cerca de um mês e tenho usado todos os dias desde que o comprei.

Trata-se de um hidratante em gel indicado para a pele oleosa a mista, sendo que existem mais duas versões para diferentes tipos de pele.

Comprei o hidratante para peles oleosa a mista pois é o mais indicado para a minha pele super oleosa.

 

O que diz a marca:

Hidratante Gel-Água com uma textura não oleosa e não colante.
Um cuidado líquido hidratante, para uma pele suave, luminosa e profundamente hidratada durante 72 horas.
Este hidratante líquido ultraconcentrado em água é altamente hidratante.
Graças à sua textura liquida, suave e fina, este hidratante funde-se perfeitamente com a pele.
A sua textura fluida de absorção rápida, liberta e difunde os ativos profundamente na pele. Para pele normal a mista e oleosa.

 

PARA QUEM?

Para mulheres de diferentes idades com pele normal a mista.

RESULTADOS

Imediatamente: a pele fica mais hidratada, mais fresca, suave e confortável. Dia após dia: a pele fica luminosa e com um aspeto mais saudável, profunda e duradouramente hidratada.

UTILIZAÇÃO

Aplicar diariamente, de manhã e à noite, na pele limpa e seca. Fazer penetrar através de movimentos circulares, em toda a área do rosto e do pescoço.

AirBrush_20171022125637.jpg

Para mim este hidratante é fantástico, não vou dizer que é o melhor pois cada pele reage de maneira diferente a um mesmo  produto mas para mim foi o melhor hidratante para pele oleosa que testei até hoje, foi o que melhor se adaptou à minha pele.

Tem uma textura super fluida, apenas um pump chega para todo o rosto, trás imenso produto o que me faz pensar que este hidratante vai durar meses uma vez que só precisamos de um pump.

Espalha super bem e em pouco tempo seca completamente no rosto, não deixa aquela sensação de pele a colar, sentimos a pele hidratada mas esta permanece sequinha o que para mim é fantástico.

Em relação a  controlar a oleosidade reparei que depende muito do que colocamos a seguir na pele, se usar o hidratante, primer e base ou bb cream a coisa resulta muito bem, fico com a pele sequinha durante muito tempo.

Usando só o hidratante a pele também fica bastante bem durante o dia todo.

Agora só o hidratante e passar a base logo a seguir é que não resulta, eu ao fim de umas quatro horas fiquei logo com uma oleosidade de dar medo.

Não me parece que "a culpa" seja do hidratante pois ele sozinho aguenta-se muito bem acho  que ele apenas não se dá bem com a minha base.

Eu uso diariamente de manha e umas três vezes na semana à noite, não uso todas as noites pois alterno com outro tipo de tratamento.

Estou mesmo a adorar este hidratante e acho que nunca vou trocar, espero que se mantenha no mercado por muitos e muitos anos.

Acho o preço super justo, paguei 12.99€ no Pingo Doce mas encontra-se muitas vezes a 9.9€, pela quantidade de produto e pela qualidade do mesmo acho um preço super em conta.

 

Ter | 24.10.17

Movie Review | Flatliners

flatliners-poster (1).jpg

Sou super fã da Nina Dobrev então quando ela começou a promover este filme lá pelo instagram fiquei logo com vontade de o ir ver.

Mal  estreou lá fui eu mais o namorado, fiquei super contente pois a sala de cinema estava praticamente vazia então vi o filme em paz e sossego.

O filme como já devem saber conta a historia de um grupo de estudantes de medicina que decide submeter-se a uma experiência de quase morte para tentar perceber o que acontece depois de morrermos.

A iniciativa parte de Courtney que vive atormentada por coisas que viveu no passado e vive obcecada por perceber o que  acontece quando morremos, mesmo que temporariamente.

Direta e indiretamente acaba por arrastar mais quatro colegas nesta viagem.

Cada um deles vai tendo a sua experiência que embora diferente provoca uma espécie de assombração  para cada um deles.

Essa assombração parece ser derivada dos pecados que eles cometeram, erros do passado que voltam para assombra-los.

MV5BMTgwMzE4MTY0NV5BMl5BanBnXkFtZTgwNzIyMzE2MjI@._

 Achei interessante, pensei que quando eles passaram mesmo que temporariamente para o "outro lado" quando regressassem trariam uma entidade demoníaca que nada tivesse a ver com eles e no entanto isso não aconteceu, foram os erros cometidos no passado que acabaram por os assombrar, para mim acaba por ser diferente do que costumamos ver neste tipo de filme.

No final temos ainda uma importante lição, sobre como reconhecermos os nossos erros e fazermos o que está ao nosso alcance para os corrigir é importante.

Acho que é um bom filme, tem uma historia diferente, interessante, uma boa fotografia e eu gostei bastante da forma como tudo isto foi passado para o grande ecrã.

 

Seg | 23.10.17

Converse | All Stars

all-star-converse-Favim.com-2114496.jpg

Desde que me lembro  que em miúda usava all-stars, tinha imensos, de varias cores diferentes, sempre tive na ideia que era um calçado super barato.

Cresci,deixei de usar e só lá para os inícios da minha adolescência é que a moda dos all stars voltaram em força, com vários modelos novos e várias cores diferentes.

Hoje em dia são uns ténis super famosos e eu adoro o modelo e o fato de ter imensas cores disponíveis.

 

120491-Converse-All-Stars.png

 

Seg | 23.10.17

Livro # 49 | História do Novo Nome

Historia-do-Novo-Nome.jpg

Sinopse

Este romance continua a história de Lila e Elena, tendo como pano de fundo a cidade de Nápoles e a Itália do século XX.
Lila, filha de um sapateiro, escolhe o caminho de ascensão social no próprio bairro e, no final de A Amiga Genial, vemo-la casada com um comerciante. Elena, pelo contrário, dedica-se aos estudos.
Ambas têm agora 17 anos e sentem-se num beco sem saída. Ao assumir o nome do marido, Lila tem a sensação de ter perdido a identidade. Elena, estudante modelo, descobre que não se sente bem nem no bairro nem fora dele.
No início, vemos Elena a abrir um caderno de notas onde Lila fala sobre a vida com o seu marido e as complicadas relações com a Mafia e os grupos neofascistas, que invadem os bairros com as suas proclamações.
Lila e Elena hesitam entre a tendência para a conformidade e a obstinação em tomar nas suas mãos o seu destino, numa relação conflitual, inseparável mistura de dependência e vontade de autoafirmação, em que o amor é um sentimento «molesto» que se alimenta do desequilíbrio até nos momentos mais felizes.

 

Foi com muita ansiedade que comecei a leitura deste livro, A amiga genial deixou-me com vontade de saber mais da historia de Lila e Elena.

Neste livro seguimos a historia de Lila depois do seu casamento, os contratempos  que lhe vão aparecendo assim como várias surpresas para mim inesperadas.

Do outro lado temos Elena que continuou os seus estudos.

O livro segue a mesma estrutura do primeiro e é engraçado, pelo menos para mim parece que nem mudei de livro.

Continuo fascinada pela historia destas duas jovens  e continuo curiosa para descobrir o que acontece com ambas ao longo das suas vidas.

Livro muito, muito bom, se há por ai alguém que ainda não tenha lido, leiam, acredito que vão adorar.

 

 

 

 

 

 

Sex | 20.10.17

My Home Town | A Sevilhana

3890465784762e110245adeafe8af3ae.JPG

Hoje estou aqui para vos falar do meu restaurante favorito, "A Sevilhana"

Este restaurante fica em Braga, mais concretamente em Vila verde mesmo em frente ao hospital privado.

É um restaurante tradicional, mais voltado para os grelhados diria eu, tanto de carne como peixe.

A carne é quase todo acompanhada de um arroz muito bom e batata frita ou  à murro, e alguns pratos acompanha também com a típica salada e legumes. 

Tem uma grande variedade de entradas e a salada aqui da foto abaixo é muito boa.

restaurante-sevilhana.jpg

A comida é fantástica, tudo feito na hora, a carne é cozinhada na mesa, é tudo muito saboroso e a picanha é simplesmente maravilhosa.

 

restaurante-sevilhana (1).jpg

O atendimento é super simpático, os funcionários são muito atenciosos e engraçados.

O restaurante tem um ambiente muito bom, é espaçoso mas ao fim de semana costuma encher.

Já vou lá desde miúda e sempre foi o meu restaurante preferido, é tradicional, não é um restaurante típico da moda e é indicado para quem gosta de comer bem.

Super recomendo.

empresa407_4b.jpg

 

 

Qui | 19.10.17

Livro # 48 | Teia de cinzas

Teia-de-Cinzas.jpg

 Sinopse

Outono em Fjällbacka. Um pescador que acabou de recolher os ovos de lagosta que lançara ao mar está em estado de choque. No deck do barco jaz agora à sua frente o corpo inerte de uma menina. Enquanto Erica Falk desespera no seu papel de mãe, Patrick Hedstrom é mais uma vez chamado a desvendar o mistério daquela morte que vai afectar de forma devastadora a vida de muita gente que lhe é próxima. E enquanto a investigação vai decorrendo, os mistérios continuam: que pasta negra era aquela que a menina tinha no estômago quando foi autopsiada? Quem atirou cinza para um bebé que ficara por um momento num carrinho à porta da loja onde a mãe tinha ido fazer compras? Que cinzas eram aquelas que atiraram à bebé do próprio Patrick Hedstrom? Perguntas a que só a investigação da competente equipa liderada por Patrick Hedstrom poderá responder.

 

Este é o terceiro livro da serie Erica Falk e começa logo nos primeiros meses depois de Erica ter sido mãe então a  passagem temporal de Gritos do Passado até este livro não é grande.

Erica encontra-se em casa, frustrada, deprimida, a tomar conta da sua bebe.

Enquanto isso Patrick investiga a morte de uma menina, filha de uma amiga de Erica.

Se inicialmente se pensava que a menina tinha morrido afogada acidentalmente, depressa se percebe que se trata de um homicídio, com  um pormenor macabro, a menina tinha cinza no estômago.

Pouco depois deitam cinzas a uma outra bebe e até à própria bebé de Patrick.

Ao mesmo tempo são nos narrados acontecimentos que se passaram  anos atrás em  Fjällbacka.

Só quase no final do livro é que conseguimos relacionar os acontecimentos passados com a morte da menina.

É uma historia muito boa, um livro muito, muito bom e bem surpreendente.

Ter | 17.10.17

Beauty Review | Bubble Maker | Kiko

AirBrush_20170930162857.jpg

 Na ultima vez que fui à Kiko fui muito bem atendida pela menina que super me ajudou a encontrar aquilo que eu procurava.

Depois de me ajudar passou à parte de tentar me vender tudo aquilo que havia para vender, lá fui recusando com gentileza até chegar à parte desta mascara que é a ultima novidade da marca a nível de máscaras.

Ora se não precisava nem de rimel nem de batons, uma boa máscara para  a minha pele é sempre uma coisa difícil de recusar.

Lá trouxe para casa esta máscara que me custou 3.5€.

Eu já disse aqui pelo blog que não sou lá muito fã destas máscaras, são bem caras para só dar para usar uma vez, prefiro bem mais a argila ou então uma máscara que mesmo sendo mais cara dê para usar mais vezes, como é o caso das máscaras da L´Oréal, mesmo assim, decidi experimentar.

A máscara vem bem húmida, trás muito produto e é fácil de colocar no rosto, quando colocamos, passado pouco tempo começamos a sentir uma sensação super engraçada e diferente, é mesmo como se a máscara estivesse a fazer bolhas no rosto.

Deixei atuar por quinze minutos e retirei o tecido do rosto, de seguida fiz uma leva massagem no rosto ainda com o produto que lá fica e depois só retirei com água.

Notei logo a pele mais bonita, os poros bem fechados e a aparência super fresca e saudável.

Gostei mesmo muito do efeito que fica na pele só é pena que no dia seguinte já não se note tanto.

Fiquei com a impressão que é uma mascara que nos proporciona uma pele muito mais bonita instantaneamente mas que não trata.

Talvez se o uso fosse regular notasse mais diferença, como só usei uma vez não posso opinar muito a esse respeito, mesmo assim adorei como deixou a minha pele.

Já alguém por ai experimentou?

 

Pág. 1/2