Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Girl About Town

“I like my money right where I can see it: hanging in my closet.” — Carrie Bradshaw

Girl About Town

“I like my money right where I can see it: hanging in my closet.” — Carrie Bradshaw

30
Jun15

Pérolas da sogra # 3

Estes dias, eu e o meu namorado falávamos sobre os nossos planos sobre irmos morar juntos no ano que vem.

 Entre esses planos estava a escolha da zona onde queríamos alugar/comprar o apartamento.

Desde que começamos a pensar nisto de morarmos juntos que já sabemos onde queremos a nossa casa, já temos a zona escolhida e nessa zona há muita oferta de apartamentos e casas.

Quando a minha futura sogra ouviu nos comentar a zona manifestou-se, dizendo que não gosta daquela zona pois é muito longe da casa das amigas.

O meu namorado disse que não nos fazia diferença pois também não íamos ver as amigas dela.

Imaginem lá o que ela nos respondeu, “ai e tal mas assim tem que me levar à casa delas que eu não conheço bem os transportes públicos naquela zona e o meu pass não dá para ser utilizado lá”.

Pensei para mim, será mesmo que ela está a querer dizer o que eu estou a pensar??.

Fiz me de Inês e o meu namorado lá perguntou se ela estava a pensar vir morar connosco.

Ela disse claro que sim, que já estava farta de aturar o marido que não gosta da comida dele e assim vinha connosco e eu podia cozinhar para ela, tomar conta dela e leva-la a visitar as amigas.

Fiquei tão parva, nem soube muito bem o que havia de dizer.

Lá lhe tentamos explicar que só vamos morar os dois que a ideia é irmos morar juntos como casal, que a minha mãe também vai se mudar para um apartamento mais pequeno, ou seja, não vem connosco e que ela devia ficar na casa dela com o marido.

Como já era de se esperar disse que não queria saber, quer vir connosco e pronto.

Como não estávamos para discutir deixamos ficar a coisa por ali, mas avizinham se tempos difíceis.

Vai ser muito difícil convencer aquela senhora a ficar na casa dela.

Tive imensa sorte com o namorado mas com a mãe dele..

É preciso ter uma grande dose de paciência.

 

 

29
Jun15

Novo desmaquilhante da Nivea

81182_07_2014_double-effect-eye-make-up-remover_PN

 

 

A maquilhagem é muito bonita mas dá um trabalho no fim do dia para tirar aquilo tudo.

Tendo isso em conta o desmaquilhante é muito importante.

Eu confesso que nunca experimentei muitos desmaquilhantes para a zona dos olhos, apenas usei o da Nivea.

Gosto bastante dele mas sinto que quando uso uma sombra mais forte é mais difícil de retirar.

Com este novo lançamento da nívea, decidi experimentar o novo desmaquilhante da marca.

Já ouvi uma ou outra opinião negativa sobre o mesmo, mas eu tenho que confessar que gostei.

Experimentei numa primeira noite em que fui sair e tinha uma maquilhagem mais pesada e quando retirei saiu tudo.

Claro que as sombras saíram logo a primeira, o rímel não sai com a mesma facilidade mas também não é nenhum pesadelo para retirar.

Basta deixar o algodão humedecido sobre as pestanas uns segundos e depois retirar que sai tudo, pelo menos comigo.

O único senão é ser meio oleoso, como tenho a pele um pouco oleosa não gosto muito de produtos assim, mas nada que incomode.

Depois também penso que me deixou os olhos meio a lacrimejar, mas também não tenho a certeza se é do desmaquilhante ou da alergia que ultimamente tem atacado em força.

Fora isso gostei bastante, pelo preço acho eu é um produto bem bom.

PS: Uma outra coisa que reparei é que o óleo que tem no desmaquilhante parece que hidrata as pestanas, eu tenho umas pestanas muito retas, sem curvatura e desde que comecei a usar este desmaquilhante elas estão mais bonitas e mais curvas.

Não se se realmente tem alguma coisa que ver com o desmaquilhante mas notei essa diferença e gostei.

 

 

25
Jun15

Entrevista António Costa | SIC

550.gif                                                         Imagem aqui

 

Estive aqui a ver a entrevista do António Costa para a SIC.

Gosto de acompanhar estas coisas da política e como estudante de Gestão estava bastante interessada em ouvir o que António Costa tinha para dizer.

Começo já por dizer que não sou nada fã do António costa, acho que as suas ideias são típicas de políticos que querem ganhar eleições.

E ao ver a sua entrevista na SIC fiquei ainda mais com essa ideia.

Apresenta muitas ideias que podem parecer boas, como a diminuição da TSU, mas que depois se tivermos capacidade para ver por entre as linhas, percebemos que aquilo não é alcançável, pelo menos não na conjuntura em que nos encontramos e não num futuro próximo.

Temos o tema da criação de emprego, parece ser esta a bandeira da campanha política do PS, que diz que o seu grande objetivo é a criação de emprego.

Muito bonito, ótima ideia, mas como é que o Estado cria emprego?

As empresas criam emprego, o Estado quanto muito tem que criar condições para que isso aconteça, mas a responsabilidade de criar emprego não esta sobre os ombros do Estado.

Só com a criação de novas empresas e crescimento destas e das empresas já existentes é que é possível criar emprego.

Há cada vez mais programas que visam a criação de Startups que financiam várias ideias e dão apoio a jovens empreendedores então acho que estamos no bom caminho, claro que ainda há muito a fazer, como por exemplo a ligação faculdade-emprego.

Quantos de nós acabamos a faculdade sem ter a mínima noção do que é trabalhar?

É preciso que seja mais fácil o acesso ao mercado de trabalho, durante o curso, e não é com estágios não remunerados que só servem para andarmos a trabalhar de borla e quando se cansam mandam-nos embora e chamam outra pessoa para o nosso lugar.

É muito bom adquirir experiencia mas é preciso que esta seja valorizada e que nos deem uma oportunidade a serio de provar que somos bons.

Outra das ideias de António Costa é aumentar o rendimento das famílias, pelo que percebi através da diminuição da carga fiscal, nomeadamente IRS.

Também me parece uma boa ideia, só que mais uma vez não é bem assim.

Tem-se vindo a pregar a ideia que só os pobres é que pagam a crise e que pagam muito de IRS e tal e eu tenho que dizer que isto não é verdade.

Mais de 60% da população não paga impostos e estou só aqui a referir-me ao IRS.

Tendo em conta que só a partir dos 600 euros é que efetivamente se desconta, a grande maioria não desconta porque recebe menos que 600 euros, que é o meu caso.

O PS quer que apenas os altos escalões paguem IRS a taxas mais altas, concordo, quem recebe mais deve pagar mais, mas isso também já acontece hoje em dia, a tabela de retenção na fonte é progressiva então quem ganha mais já desconta bem mais.

Só que a tabela tem um teto e o PS quer retirar esse teto ou aumenta-lo

Mas eu digo, porque não a criação de uma espécie de taxa aos mais altos rendimentos? Tanto a nível singular como coletivo?

E porque não até os rendimentos mais baixos pagarem anualmente uma quantia simbólica? Digo uns 5 euros por exemplo, tendo em conta que somos 10 milhões e metade não paga impostos 5 euros já iria fazer uma certa diferença e depois acho que 5 euros por ano não são nada descabidos nem vai deixar ninguém pobre.

Por fim depois de vistas todas as medidas que o PS tenciona tomar caso venha a ser governo a questão que fica é como é que eles conseguem aumentar o rendimento das famílias sem aumentar o défice e a dívida.

Basicamente, como é que eles conseguem cumprir todas aquelas medidas fantásticas que prometem devolver o dinheiro as famílias sem levarem o país a banca rota?

Ora, esta foi a importante questão que ficou por responder.

 

25
Jun15

Cuidados de pele | Rugas e anti-idade

Hoje vou aqui falar sobre um tema que há uns meses me anda a preocupar.

Rugas, sim há quem diga que ainda sou muito nova para me preocupar com estas coisas mas a verdade é que eu acho que estou na altura certa.

Tenho 25 anos, nunca usei nenhum tipo de creme anti-rugas e anti idade e sempre tive aquela dúvida de quando seria a idade ideal para começar com estes cuidados.

Muitos dermatologistas são da opinião que só a partir dos 30 é que devemos iniciar estes cuidados, outros aconselham que o façamos a partir dos 25 anos.

Na minha opinião parece-me que aos 30 se calhar já é um pouco tarde mas penso que cada um terá a sua opinião.

Tenho ainda uma pele jovem e só noto uma pequena ruga abaixo do olho, coisa que mal se nota, mas eu noto.

Depois de uma conversa com um especialista decidi que iria começar a tomar algumas precauções, como um sérum para a zona ao redor dos olhos, sérum para corrigir o sinal da primeiras rugas e prevenir o aparecimento de outras, para usar apenas a noite, todos os dias.

Durante o dia, um bom hidratante e protetor solar fator 50, todos sabemos como o sol é inimigo da pele.

À noite apenas um hidratante nutritivo bem potente.

Sou da opinião que este tipo de cremes ajuda mas não faz milagres.

Se já tivermos rugas bastante acentuadas não vai haver creme que as apague, digo eu.

Acho que o importante aqui é a prevenção, cuidar da pele, hidratar e proteger.

E como grande maioria dos dermatologistas dizem, a maior prevenção contra as rugas é o protetor solar.

Se não protegermos a pele do sol, não vai haver anti-rugas que nos valha.

E vocês o que acham? Qual será a idade ideal para começar estes cuidados?

23
Jun15

Pérolas no emprego # 3

Quando já passa da hora de fecho do híper onde trabalho, a porta da entrada já esta fechada, as luzes estão já apagadas, o segurança esta a acabar de fechar os restantes portões, os operadores de caixa estão já a acabar de contar o dinheiro e então uma rapariga que passava lá perto pergunta-me: “ Já está fechado? Queria só ir buscar um pacote de gomas, é rápido”.

E eu penso, sério?

22
Jun15

Desafio | O que eu amo e odeio

18549814_jSMfE.jpeg

 

Fui nomeada pela Little-miss para responder a este desafio, que basicamente consiste em dizer dez coisas que amo e dez coisas que odeio.

 

As regras desta tag são:

- Dizer 10 coisas que amamos

- 10 Coisas que odiamos

- Nomear 10 blogs para fazer a mesma tag

- Colocar o logótipo da tag

- O nome do blogue que a fundou

- Revelar o link do blogue que nos nomeou.

 

O que eu amo:

 

- A minha família

- Gatos

- Gelados

- Flores

- Música

- Viajar

- O meu namorado

- Crianças

- Ver séries e filmes

- Ler

 

O que eu odeio:

 

- Não ter tempo para fazer tudo o que quero

- Sushi

- Frio

- Pessoas mal-educadas

- Falta de humildade

- Café

- Trabalhar em horário nocturno

- Ter 25 anos e ainda não ter emprego estável, casa própria nem carro.

- Não ter dinheiro para comprar tudo o que quero

- A ideia de não conseguir realizar os meus sonhos

 

 Nomeadas:

Sempre Mais Mulher

Miss Fox

Helena

Marina

Meio Palmo

Vera Pinto

C

A miúda

Sofia

Sara

 

Pág. 1/4

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

2018 Reading Challenge

2018 Reading Challenge
Ana has read 5 books toward their goal of 60 books.
hide

A Ler

Na minha estante

Links

  •  
  • Arquivo

      1. 2018
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2017
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2016
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2015
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D