Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Girl About Town

Qui | 19.11.15

O teste de Fiscalidade Avançada

Ainda não tinha comentado por aqui que não fui fazer o teste de Fiscalidade Avançada e porque?

Já tinha estudado a parte toda teórica faltava a prática, quando fui fazer exercícios percebi que não estava a perceber nada daquilo, como o teste tinha nota mínima de 10 achei que não fosse conseguir passar.

Achei melhor estudar para aqueles que acreditava que conseguia passar deixei este para a época de exames.

Não sei se foi uma decisão muito inteligente porque é mais matéria mas assim tenho mais tempo para estudar e acredito que se estudar tudo com tempo consigo.

Saíram agora as notas do teste e eu fui ver só para ter uma ideia das notas e qual não é a minha surpresa ao ver que em mais de 50 alunos, todos chumbaram e com notas miseráveis, a nota mais alta foi um 6,7.

Ninguém passou!

O professor viu-se obrigado a baixar a nota mínima para três para que não ficassem já todos excluídos do segundo teste.

Ora eu por um lado fiquei naquela pois podia ter ido ao 2º teste, acho que um 3 era capaz de conseguir tirar, por outro fico contente por não ver ali o meu nome com uma nota miserável.

Além disso depois ia ser muito difícil subir a média no 2º teste, então prefiro aplicar-me agora e estudar aquilo tudo de novo, ter a certeza que estou profissional naquilo para ver se me safo.

Estou é aqui ainda meio sem perceber porque toda a gente chumbou, a cadeira não é fácil, mas mesmo assim, ninguém passar, em anos de universidade nunca vi uma disciplina em que ninguém passasse.

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Girl About Town 19.11.2015 21:45

    Não deu o enunciado mas já me informei e antigos alunos vão disponibilizar na papelaria onde tiramos copias o enunciado dos anos anteriores que até são do mesmo prof.
    Eu resolvi algumas fichas de trabalho e até consegui acertar na maioria das questões, mas é muita matéria e muita coisa para perceber e mesmo decorar.
    Não sei quais os critérios de correção do professor, eu numa cadeira de direito comercial que tive no ano passado safei-me muito bem, nos testes colocava tudo muito bem explicado, sempre com referencia aos artigos e safei-me.
    Não sei se este prof. quer o mesmo.
    Vou fazer o que disseste, quando tiver os enunciados vou resolvendo e vendo aquilo em que tenho mais dificuldade.


  • Imagem de perfil

    Andy Bloig 19.11.2015 21:58

    Para essas cadeiras é o mais simples. O que já compreendeste, consegues aplicar na maioria das situações. Por isso, podes centrar-te naquelas coisas que não consegues perceber as linhas mestre.
    Em testes teóricos, precisas de debitar lá a matéria. Se incluem exercícios práticos... precisas de conseguir compreender as linhas mestre de cada situação. Esses são muito simples para quem consegue compreender os meandros dos códigos (não tens tempo suficiente para aplicares os códigos para os poderes dividir em meia dúzia de campos, coisa que vais conseguir fazer quando estejas a trabalhar com eles... cá fora) e muitíssimo complicados, para quem sabe a teoria e leva a rasteira de ter de a usar no campo.
    Nesses exames, vai é o mais calma possível. Porque se começas a perder-te na primeira pergunta... entregares o exame nessa altura ou ao fim das 2 horas dá-te o mesmo resultado. Se não consegues perceber como é que deves desenlear uma pergunta, ao cabo de 5 leituras, salta para a seguinte. Não insistas. Quando lá voltares, já tens a cabeça livre de ideias e começas de novo... muitas vezes, é daí que descobres aquela alínea do artigo tal que liga toda a situação (e o momento que sorris e pensas como é que aquilo te estava a escapar, quando estava ali escarrapachado).
    Já viste que estas coisas ligadas à parte económica precisam de ser vistas por 5 ou 6 ângulos diferentes. Pois se olhares para elas de frente, não têm pés nem cabeça.

    (é por causa destas coisas que muitos "espertinhos" se conseguem escapar ás obrigações legais e fiscais, aproveitando contradições dentro dos códigos tributários e de procedimento administrativo)

    Pensa assim: tens de ter a nota, depois é muito mais simples aplicar os livrinhos ás situações... é a mesma coisa que é a carta de condução. O díficil é tirá-la... depois, é sempre a andar.
  • Imagem de perfil

    Girl About Town 19.11.2015 22:41

    Pois difícil vai ser ir calma para um exame destes.
    A parte teórica para mim o mal que tem é que é muita coisa e mesmo vindo muita coisa no código é preciso articular uma coisa com a outra.
    Na parte pratica também não acho que me safe muito mal.
    Eu enquanto estudava e resolvia exercidos percebi que não é uma cadeira fácil de fazer mas achei que até estava a perceber tudo mais ou menos bem.
    Quando vi as notas fiquei um bocado assustada e a pensar que se calhar não percebo nada daquilo ou então estou com confiança demais.
    Muita gente a tirar 3 e 4, ninguém passou, nunca vi nada disto, nem em calculo que supostamente é uma cadeira mais difícil.

  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

    Este blog tem comentários moderados.