Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Girl About Town

Qui | 02.02.17

Livro # 5 | Confesso

1507-1 (2).jpg

Sinopse

Os leitores escolheram:Prémio Goodreads Melhor Romance 2015.Jovens apaixonados com demasiadas verdades escondidas. Há segredos que não devem ser revelados.Auburn Reed tem toda a sua vida planeada. Não há espaço para erros ou imprevistos. Até que, um dia, entra num estúdio de arte e conhece Owen Gentry, o enigmático artista dono do estúdio. Auburn sente, de súbito, que algo muda dentro dela e decide deixar-se levar pelo coração.Owen, contudo, guarda segredos que não quer ver revelados. As escolhas do seu passado não parecem permitir-lhe um futuro livre, e Auburn tem demasiado a perder se decidir lutar por ele. A única forma de não pôr em risco tudo o que é importante para si é deixar Owen. Confessar é tudo o que ele tem de fazer para salvar a relação de ambos. Mas, neste caso, a confissão pode ser muito mais destrutiva do que o próprio pecado.Será o amor capaz de sobreviver à verdade?Confesso é uma história de imenso amor e coragem, que nos faz acreditar em segundas oportunidades.Inclui 8 páginas a cores com as ilustrações dos quadros de Owen.

 

Colleen Hoover tem o poder de nos transportar assim para um sitio que nos faz sonhar com os seus livros.

Eu adoro que sejam sobre amor com uma pitada de drama, acho que muitos de nos se identificam com os seus livros.

Este foi mais um que eu adorei e que li assim num belo dia de inverno aquecida por uma manta, uma lareira e um bom livro.

Conta-nos a historia de Auburn, uma jovem de 20 anos já com uma pesada historia de vida que no meio de algumas dificuldades encontra Owen, um misterioso pintor que ela acredita poder vir a amar.

A relação dos dois vai-se desenvolvendo, chegando a uma altura em que Aubern tem que escolher entre o amor de um homem e o amor de uma mãe pelo seu filho.

Uma parte muito interessante deste livro são as confissões que são deixadas na galeria de Owen e que ele depois transforma numa pintura.

São confissões reais, algumas de uma brutalidade que nos deixam sem palavras.

Adorei, é um livro muito, muito bom.