Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Girl About Town

Seg | 11.09.17

Livro # 38 | À morte ninguém escapa

transferir (2).jpg

Sinopse

O corpo de um homem é encontrado numa casa vazia.
O seu coração foi arrancado e entregue à família.
A detetive Helen Grace sabe que esta não será a última vítima de um assassino em série. Os media chamam-lhe Jack, o Estripador, mas ao contrário: este mata homens de família que vivem vidas duplas e enganam as suas mulheres.
Helen consegue pressentir a fúria por detrás de cada assassínio. Mas o que ela nunca conseguirá prever é quão volátil na realidade este assassino é. Nem o que a aguarda no final desta caça ao homem.

 

 Este é o segundo livro da serie Helen Grace, e começa aos poucos aprofundando o passado da protagonista Helen Grace.

Os acontecimentos passam-se mais ou menos um ano depois do livro "Um dó li tá" e mostra-nos como Helen e Charlie estão a lidar com o que lhes aconteceu num passado recente.

Surge então um novo caso, quando corpo de um homem é encontrado numa casa abandonada, num local onde reina a prostituição e este é encontrado sem coração,o seu coração foi enviado à família, Helen Grace sabe que tem outro possível assassino em  serie em mãos.

O livro, assim como o Um dó li tá tem capítulos pequenos e onde normalmente cada um é referente a uma personagem, isto faz com que a leitura flua muito rapidamente, como são capítulos pequenos ficamos sempre com vontade de ler mais um.

Neste livro, assim como em Um dó li tá o assassino não é aquela pessoa  má que odiamos logo à primeira, claro que fez coisas terríveis mas depois de conhecermos a sua historia percebemos que por vezes são as pessoas em volta de nós que muito contribuem para a nossa degradação enquanto pessoas.

Em senti compaixão pelo assassino e pena e não consegui deixar de pensar que aquela pessoa podia ter tido outra vida.

O autor faz um paralelo contando a historia do assassino e fá-lo de uma maneira brilhante, assim como a maneira que transmite os sentimentos dos envolvidos, fá-lo de uma maneira tão profunda que nos provoca a nós leitores sentimentos distintos, por vezes esqueço-me que estou a ler um livro  e sinto como se aquilo fosse real.

Estou completamente viciada neste autor, li os três primeiros livros em pouco mais de uma semana.

São muito bons, quem gosta do género acredito que vai amar.