Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Girl About Town

Sex | 19.05.17

Livro # 24 | Por um Fio

fio.png

SINOPSE

Georgie McCool sabe que o seu casamento está por um fio. Ela ainda ama o marido, Neal, e o marido ainda a ama a ela - mas a química desapareceu. Dois dias antes de visitarem a família de Neal, Georgie informa-o de que não irá com ele. Ela é argumentista de televisão e o seu emprego exige a sua presença. Sabe que Neal irá ficar chateado mas nunca pensou que ele fizesse as malas e partisse sem ela. Atormentada pela sua decisão, Georgie pensa que deitou tudo a perder. Até que descobre uma forma de comunicar com a versão mais nova do marido… no passado.

Não sendo exatamente uma viagem no tempo, Georgie sente que recebeu uma nova oportunidade de salvar o seu casamento ainda antes de ele começar. Mas será que é isso que ela realmente quer?

 

Andava há imenso tempo com vontade de ler alguma coisa de Rainbow Rowell, sempre ouvi falar muito bem dos seus livros mas estava com um certo receio que não fosse gostar pois tinha a ideia que os seus livros eram muito "infantis" não sei, mais dedicados a jovens adolescentes.

Esta é a ideia que eu tinha que pode ou não corresponder à realidade.

O primeiro livro que li da autora foi "Por um fio" e sobre esse posso dizer que não tem nada de infantil, apesar de ter ali uma parte meio "irreal" que não me agrada particularmente.

O livro conta-nos a historia de Georgie e Neal, um casal com ambições  e personalidades bem diferentes que ao fim de alguns anos podem por o casamento em causa.

Quando Georgie decidi ficar a trabalhar no Natal em vez de viajar com o marido e as filhas para celebrar o Natal na casa da mãe de Neal as coisas complicam-se.

Neal decidi viajar com as filhas mesmo sem Georgie que aos poucos começa a perceber que pode ter colocado o seu casamento em risco.

É ai que descobre que consegue comunicar com o marido, quando este ainda era jovem, ou seja, no passado, através de um telefone na casa da mãe dela.

É aqui que o livro para mim começa meio que a perder qualidade, para mim aquelas conversas podiam ser mais interessantes, não vejo ali nada de determinante que possa salvar ou deitar por terra uma relação.

Depois o fim também me deixou meio desgostosa, durante todo o livro tive a impressão que a Georgie sempre sentiu algo mais pelo Seth e o fim meio que para mim confirmou isso.

Depois acho que  o final do livro romantiza muito as relações e que nos faz acreditar em algumas coisas que na vida real não aconteceriam assim.

Quando Neal deixou a sua casa com as filhas para passar o Natal com a sua família ele estava infeliz, certamente consciente da sua relação e de que esta não estava bem, no entanto bastou a Georgie aparecer lá no dia de Natal para as coisas ficarem bem.

Realisticamente as coisas não aconteceriam assim.

Saltando estes pormenores não acho que seja um mau livro, apenas não me deslumbrou, nem achei a  historia particularmente interessante.

Já tenho Fangirl em casa então vamos lá ver se esse me prende mais.