Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Girl About Town

Seg | 07.09.15

A importância de fazer a escolha certa

Acho que das decisões mais difíceis que tomamos na vida é quando decidimos que curso queremos tirar.

Quando nos inscrevemos na faculdade e vemos que entramos nesse curso.

Como é que alguém ainda tão novo, que provavelmente nunca trabalhou na vida consegue tomar essa decisão?

Eu quando era mais nova queria Psicologia, não sei bem porque, talvez por gostar de perceber as pessoas, o que as motiva e o que as leva a tomar certas atitudes, fiz quase todo o secundário a pensar seguir Psicologia.

No entanto no verão antes de ir para o 12º ano fui trabalhar nas férias para a empresa do meu padrasto na altura.

Inicialmente não fazia nada de jeito mas ele lá viu algum potencial em mim que eu não vi na altura e lá me foi dando tarefas de maior responsabilidade.

O que eu fazia lá tinha muito que ver com a área administrativa e de gestão. Estive nos escritórios a auxiliar na parte administrativa, nomeadamente o tratamento de documentos contabilísticos, relação com clientes, melhoria de alguns processos.

Acabei por trabalhar também na área de gestão da produção, onde tratei de melhorar alguns processos de produção, qualidade do produto e manutenção de todo aquele sistema.

Quando isto aconteceu eu era ainda muito novinha, tinha 17 anos na altura, mas o meu padrasto lá me confiou algumas funções de responsabilidade e eu sai-me muito bem, o que era para ser uma experiencia de trabalho só para o verão acabou por ser o meu trabalho nos quatro anos que se seguiram.

Com isto aprendi que não era Psicologia que eu queria, o que eu gostava mesmo de fazer era Gestão.

Gerir pessoas, processos, resolver problemas, orçamentos, finanças, contabilidade, fiscalidade, todas essas coisas começaram a ter um grande interesse para mim e foi então que percebi que era aquela área onde eu queria-me formar e era nessa área onde eu ia ser feliz a trabalhar um dia.

Com isto tudo e também com a experiencia de muitos colegas meus percebi que com 18 anos que é mais ou menos a idade com que acabamos os secundário, é muito difícil para nos escolher uma área, ainda mais quando não trabalhamos em nada. O facto de ter tido oportunidade de trabalhar antes de me candidatar à faculdade fez toda a diferença no meu percurso.

Se tivesse optado por outra Licenciatura estaria agora totalmente arrependida.

Compreendo que o ciclo normal das coisas é acabar o secundário e seguir para a universidade mas será que não é demasiado cedo?

Ou então devia de haver algo que ajudasse as pessoas que se vão candidatar a um curso a decidir melhor.

Ok, podemos sempre ver as áreas que gostamos, ver o plano de estudos para ver as disciplinas que vamos ter mas isso não chega.

É preciso ter-se uma ideia real daquilo que vamos fazer quando estivermos no mercado de trabalho.

Já nem falo de taxas de empregabilidade de cursos, mas sim do contexto real de trabalho, se nos imaginamos a fazer aquele trabalho, se iremos gostar, tudo isso é importante.

Se não fizermos uma escolha acertada na altura em que escolhemos o curso que vamos tirar corremos vários riscos:

- A probabilidade de acabarmos o curso e com notas boas é cada vez menor.

- Corremos o risco de acabar o curso e perceber que não encontramos trabalho e que não era de todo aquilo que queremos.

- Podemos andar sempre a mudar de curso pois não gostamos da área, perdendo assim mais um ou outro ano.

- Se nos apercebemos que não gostamos daquilo mas estamos quase a acabar e não queremos perder as disciplinas que fizemos e lá decidimos acabar o curso temos grandes chances de nos arrepender mais tarde.

- Podemos acabar o curso, arranjar trabalho e sermos pessoas amarguradas e frustradas porque não estamos a fazer aquilo que realmente gostamos.

O que quero com isto dizer é que é importante a escolha que fazemos e é uma decisão que vai influenciar toda a nossa vida.

Então é bom que antes de escolher um curso tenhamos a certeza absoluta de que realmente é aquilo que queremos e que vamos ser felizes com a nossa escolha.

 

2 comentários

Comentar post